5.1.05

Aperte o Play

"DEIXE-ME CUIDAR DE VOCÊ."
"DEIXE-ME AJUDÁ-LA."
"NÃO ESTÁ ACOSTUMADA OU ESTÁ COM MEDO?"
"PARA QUE TER MEDO DE COISAS AGRADÁVEIS E BOAS?"


Amigos absolutamente diferentes se aproximaram de um momento vulnerável desta pacata vidinha para facilitar a caminhada.
Claro, aceitei risos, conversa, presença e sugestões. Mas admito: continuei resistindo a atitudes lindas - rejeitei um rádio emprestado, por exemplo.
Sozinha, num sábado de chuva, desconfiei que talvez esteja na hora de anistiar meu coração. É... dar moratória para tantas exigências e cobranças, permitir-me mais leveza...
Que mer-da, não? Sempre julguei que ter força é abrir-se para o próximo, receber o novo, aceitar um rádio emprestado, colocar música nos nossos dias, e apertar o play...
Em que momento atribuímos à idéia de força uma imagem de solidão?

6 comentários:

Anônimo disse...

oi, meu nome é kamila de blém-pa
eu comprei a agenda desse ano...
qr dizer, andando pelas ruas da vida, procurando uma agenda q fosse minha cara e tivesse conteúdo
(sem aquelas bonequinhas rosas e canetas perfumadas)
comecei a fuçar as prateleiras de uma loja e depois de
muita busca, achei uma agenda encantadora de capa azul com miçangas douradas, transmitindo uma paz...
e quando abri esse tesouro escrito... sim! era o que eu procurava...não importa o preço é essa q eu quero...
minha mãe achou uma besteira... mas, ela não entende...
também adoro escrever, mas aí, meus textos não são tão bons assim...
parabens pelo trabalho de vocês, já li todos os recadinhos e adorei!!!!

p.s: se quiserem visitar:
www.filhadarevolucao.weblogger.terra.com.br

Luna disse...

curti o blog, amei a agenda que eu ganhei!
E gostaria de convidar vcs pra entrarem no meu blog tbm!
q anda muito pouco frekuentado
É isso aí!
bjos e mta força pra vcs!
Ah e baixem os preçoooos!
:*

Anônimo disse...

Por que quando a gente cresce, passamos a temer coisas que antigamente não temíamos? Perdemos o medo do escuro, do Bicho Papão, mas ficamos assombrados com tantas outras coisas...quando eu era pequena, via uma propaganda de margarida que dizia: "Viver sem medo de ser feliz...", e na minha inocência pensava: "Como pode alguém ter medo de ser feliz? É só fazer aquilo que gosta". É tão fácil ser feliz quando se é criança..O recém nascido consegue nadar porque é guiado pura e simplesmente pelos seus extintos. eEu era inocente porém mais lúcida que hoje...:"Como pode alguém ter medo de ser feliz?".

Anônimo disse...

Galera da Tribo, adicionei este blog no fotolog que tenho. Quando estiverem a fim, passem por lá:
http://fotolog.terra.com.br/cmk

Uso agendas da Tribo desde 1997. Abraço!

Flora disse...

Em certas quedas
por mais que os outros tentem nos animar
apenas sozinho é que se consegue levantar.

às vezes você se desespera
tentando achar
algumas palavras ou um olhar
não consegue aguentar a espera
e assim percebe
mesmo sem culpar alguém,
que é só a si que você tem.

solidão em alguns casos pode não ser atribuída a força, mas pode sim ser atribuída a independência.
e essa independência, voluntária ou não, só é possível com muita força.

[http://simplesmenteflora.weblogger.com.br]

Anônimo disse...

Oooi!
sou fã do livro da tribo faz um tempo...uns 2 anos, por aí feliz da vida pelo triboblog, vim deixar meu carinho e dizer q vc´s estarão linkados no meu blog onde virou mexeu estou colocando "coisas da tribo"(com os créditos e link, claro!)
Parabéns!!
Beijocas