5.5.06

Enchente

Há dias em que inundo. Molho tudo. Por fora. Por dentro.
Molho o jeans, a cadeira que estou sentada, molho os livros daquela estante.
Simplesmente inundo.
Fico cercada de água, por todos os lados.
Notem bem: aridez me cansa.
Gosto de água.
Gosto é de andar por aí, inundada.

17 comentários:

Juliana disse...

Olá pra todos. Primeiro queria parabenizá-los pelo blog, e pelo livro. Descobri em 2003 e desde então compro todos os anos.
Queria dar parabéns pelo trabalho que vocês fazem, e acima de tudo, pelo texto que escreveram ao leitor no livro 2005/2006. Foi maravilhoso assumir que vocês fizeram tudo da "maneira errada" mas deu certo!
Realmente sou fã de vocês e espero que continuem fazendo esse trabalho lindo que vocês fazem por muito mais tempo.
Vou linkar o blog de vocês e voltarei sempre aqui..

Beijos

Ana Clara disse...

adoro esse blog, mas poeriam atualizar mais vezes ne! rs
bjos!

Anônimo disse...

Oi Raquel,

Parabéns pela sedução do texto.
Abraço,

Henrique

Clara disse...

Feliz em saber que vem ai a Tribo em 2007... Ve se voltam pro blog também!
Beijos!

lau siqueira disse...

Raquel, parabéns pela intensidade do ritmo, do objeto perseguido na luta pelo poema... na margem do significado, no leito da coragem...

Anônimo disse...

Raquel,

Comprei o livro da tribo 2007, só para me deliciar com teus textos, com a leveza do material, com o ritmo e doçura.
Procurei seu e-mail, e não encontrei. Adoraria saber como buscar o teu pote de mel (em que lugar mais posso encontrar teus temas e teoremas?).
Alguém do blog pode nos dar a pista desta mulher?
Por que ela não exibe seu perfil?
Um beijo a todos e parabéns pelo trabalho.

Mario

Anônimo disse...

OI Raquel,

Sou leitor da Tribo faz tempão, e neste ano, fiquei encantado com seu texto.Só me surpreende q. não consigo encontrar seu perfil,o que faz...
Teus textos são leves, escancaradamente poéticos...Leveza e ironia temperados!!!!!!!!!!
Gostaria que alguém me mandasse sua caixa postal, telefone e endereço.
Texto revela a pessoa, e me parece que estou diante de nova poeta.
Cadú

DANIEL PEARL disse...

Fato estranho foi à união do jornal O "Estadão" com a "Veja". Ousadia ou necessidade? Outro fato hilariante foram às críticas do ex-presidente e entreguista FHC ao presidente Lula de conversar com os líderes da oposição para aprovar projetos de interesse do país. O que você precisa tomar conhecimento é entrevista bombástica do ex-repórter da TV Globo, Rodrigo Vianna: demitido após se recusar a assinar um abaixo-assinado defendendo a cobertura eleitoral da emissora, confirma que, de fato, existe interferência política no Jornal Nacional. "Será que a Rede Globo fez uma opção parecida com a da Igreja Católica de Ratzinger?" A grande imprensa e seu colunismo político golpista vivem comparando o crescimento econômico do Brasil com o do Haiti por conta da evolução do PIB que este país tem apresentado nos últimos dois anos, pois aquele país tem crescido pouco devido aos problemas político-institucionais e sociais que enfrenta. Acesse o DESABAFO PAÍS. Daniel - http://desabafopais.blogspot.com

Anônimo disse...

Raquel,

Não acreditei. Estava aqui em Juiz de Fora, abri a agenda e achei teus textos...
Perdi a mulher, mas achei teus textos. Saudade dessa água toda que te cercava, em palavras, no olhar vivo, quente e no sorriso. Acho que a sorte é poder acessar teus sentimentos (ao menos em papel).
Adoraria revê-la. Cadê suas poesias? Estão antigas as datas.
bj
L.Fernando
luizf@ig.com.br

Anônimo disse...

raquel,nos meus dias de relativo mau humor só vc me entende...
vou para um canto e leio seus poemas-textos, é quase como olhar no espelho.
obrigada por passar para o papel o que não consigo e expressar

Anônimo disse...

Raquel Lemos,

Disseram que tu escrevia. Achei que era muita beleza para uma mulher só...Saí buscando no google, cheguei na página da editora, encontrei um texto teu "TARA".
Achei o blog. Para minha tranquilidade.
Se tu fecha acessos,aceito só a poesia. Fica minha admiração de homem. De leitor. Porque tudo teu é humano. Teu olhar é humano.
Foi um prazer te conhecer um pouco mais. Ao menos em palavras escritas.
Continue sempr escrevendo e na busca pela tua beleza.

Daniel Cruz

Anônimo disse...

Raquel,

Primeiro queria parabenizá-la pelos textos.
Queria dar parabéns pela maneira que escreve,pela simplicidade.
Tenho 36 anos e ainda me encanto com a possibilidade de ler e me sentir tocado, em sintonia com o autor, ou autora.
Parabéns, parabéns, parabéns!!!!!!!

Mauricio Denadai
São Paulo/SP
Liberdade

Anônimo disse...

Raquel, querida,
Ontem estava relendo "Cartas a um jovem escritor e suas respostas, e lembrei-me de vc:" É que não percebia que estava adormecendo qualquer coisa em mim, qualquer coisa que está acordando agora, qualquer coisa que sou eu próprio".
Está agua toda que te inunda, são palavras.E elas te cerca, sempre, minha querida. Ainda quando se ausenta do escrever...
Não sei com que frequência acessa este blog. Mas deveria dedicar-se, novamente, ao que está acordando agora.
Minha admiração.

Edson Tiradentes.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lidiane disse...

Pois queria saber como faço pra participar do Blog (olha a pretensão da pessoas! hehehe).

Brincadeira, gente.

Passando para dar parabéns pelo trabalho de vocês: é lindo de bater palma.

Eliza Moreno disse...

queridos voltemmmmmm onde vcs forammmmmm????

Eliza Moreno disse...

queridos ode vcs estãooooo vlotem !!!