23.2.10

O QUE DIZ O LEITOR...

Para quantificar o que o leitor pensa das mudanças no Livro da Tribo, fizemos uma pesquisa respondida por 180 pessoas – 90 que compraram na loja virtual e 90 que constavam de nosso cadastro. Um sinal de consistência foi que os percentuais de respostas não variaram muito entre as duas pesquisas.
As respostas mais significativas foram:
- 60% das pessoas acharam o novo formato bom ou ótimo. Outras 21% acharam médio. Ruim (12%) e péssimo (7%) foram escolhas de 19% dos consultados.
- 30% das pessoas prefere o livro no formato antigo, e outros 30%, no novo (menor). 40% dos leitores gostariam de ver os dois formatos.
- metade dos leitores sentiu muita falta da área para telefones. Um quarto sentiu falta mas achou melhor o livro mais leve, e um quarto não sentiu falta alguma.
- quanto aos sábados e domingos juntos, 70% das pessoas não considerou a mudança ruim (metade delas sentiu falta mas gostou do livro com menos páginas, a outra metade acho melhor assim).

Daí, como a voz do leitor não é a voz de Deus – mas quase – a Tribo decidiu, para esta edição de 2010:
• vamos fazer os dois formatos, grande e pequeno. O grande será como sempre foi, com a bolsa plástica, o índice telefônico, sábados e domingos separados, etc.
• no formato pequeno, vamos incluir um índice telefônico reduzido. Várias pessoas indicaram que era importante este espaço, mesmo que menor.
• como já foi postado aqui, a separação dos sábados e domingos levaria a espiral a aumentar de tamanho, comprometendo a portabilidade do LT menor. Então esta vamos ficar devendo.

Bom, este é o plano. Agora vamos fazer contas, vamos ver se dá, faremos os testes de produção – será que o livro menor fica folheável com mais páginas? – e logo mais partimos para a pesquisa de estampas de capa.
Em resumo, 2010 está em curso. Nosso obrigadão a todo mundo que ajudou a definir este norte.

Um comentário:

Ângelo disse...

Pois saibam que estou louco para ver a nova versão. Eu ainda não consegui ver o Livro da Tribo no formato pequeno. Comprava desde 1999, quando meu pai ganhou um de uma amiga. Desde então, até 2005, mais ou menos, foi minha agenda diária.

Agora quero voltar a ser portador do Livro da Tribo!

Aquele Abraço!

JT.